Mercado imobiliário: saiba o que esperar agora em 2024

Confira quais são as perspectivas para o Mercado imobiliário em 2024!

Publicidade

Seja movido pelo sonho da casa própria ou pela busca de estratégias de investimento sólidas, a aquisição de imóveis ainda se mantém como um dos principais objetivos financeiros dos brasileiros.

Publicidade

O Banco Central, com a sua contínua busca por estabilização econômica, está implementando cortes nas taxas de juros no país, uma medida que vai levar a uma resposta estratégica aos desafios econômicos enfrentados nos anos anteriores.

Publicidade

Assim como também começa a construir um cenário favorável para quem aspira realizar o sonho da propriedade em 2024.

A estabilização da demanda no mercado imobiliário, aliada a esses cortes, abre portas para um ano de oportunidades e realizações.

Enfim, vem com a gente entender todas as principais tendências para o mercado imobiliário em 2024 e se preparar para aproveitar as oportunidades da melhor forma.

Mercado Imobiliário: uma retrospectiva dos anos anteriores

Quando olhamos para os últimos anos do mercado imobiliário, fica evidente que ele conseguiu resistir às complexidades econômicas e chegou a prosperar.

Em janeiro de 2020, áreas privilegiadas, como Ipanema, tiveram um metro quadrado avaliado em R$ 18.323, um valor que, até novembro de 2023, escalou para expressivos R$ 21.450, registrando uma valorização notável de incríveis 17%.

Publicidade

Mas o que levou a essa grande valorização? Esse aumento foi respaldado por dois movimentos em específico. 

Um deles foi um aumento da demanda e o outro o grande dinamismo do setor. Isso levou a criação de uma maior confiança e, consequentemente, estabilidade.

Assim, conforme o mercado se adapta às mudanças nas taxas de juros e aos desafios inerentes ao ambiente econômico, os números começam a revelar um aumento nos valores por metro quadrado.

Bem como um aumento da confiança dos investidores e consumidores a longo prazo dentro do setor imobiliário.

No entanto, é muito importante ressaltar que essa valorização não é apenas um fenômeno isolado. 

Os dados coletados pelo FipeZAP apontam para uma tendência realmente consistente de crescimento. E sinalizam que o mercado imobiliário conseguiu se manter sólido, ao mesmo tempo que evoluiu em resposta às dinâmicas do cenário econômico nacional.

Com essa retrospectiva, conseguimos estabelecer uma base sólida para projeções otimistas em 2024.

Agora, vamos entender o que 2024 pode representar para o mercado financeiro e os principais movimentos que podemos esperar.

Mercado Imobiliário 2024: crescimento nas vendas e resiliência do setor

O período de janeiro a outubro de 2023 foi marcado por um crescimento impressionante nas vendas de novos imóveis, que bateu 23,5% em comparação com o mesmo período do ano anterior conforme indicado pelo ABRAINC-FIPE.

Além dos números de vendas, é fundamental entender esse crescimento em termos do cenário econômico global. 

O setor imobiliário superou as expectativas em um contexto local. Assim como também se destacou em meio a uma economia global que está em constante evolução e que vem passando por muitos altos e baixos.

Nesse contexto, esse aumento nas vendas pode ser interpretado como uma tendência consistente. Quando analisamos esse fenômeno em conjunto com as mudanças nas taxas de juros, o cenário se torna ainda mais promissor para 2024.

Publicidade

Dessa forma, a expectativa é que, com a continuidade da redução da taxa Selic, o setor da imóveis continuará tendo um papel central. 

Afinal, continuará se destacado no crescimento econômico e na geração de empregos, contribuindo ainda mais para o desenvolvimento do Brasil em 2024.

Indicadores de resiliência como pilar para o futuro

Se a gente considerar os indicadores de resiliência como os alicerces para delimitar as expectativas futuras, é essencial reconhecer que o mercado imobiliário brasileiro foi capaz de resistir às adversidades dos últimos anos.

Ao mesmo tempo em que se consolidou como um setor adaptável e altamente robusto.

Esses indicadores são reflexos de um período específico e de números promissores que ajudam a projetar um cenário sólido para o futuro do mercado imobiliário em 2024, inclusive para os próximos anos.

Como isso foi capaz de acontecer? Basicamente, os indicadores de resiliência refletem a capacidade do setor imobiliário de se adaptar continuamente às mudanças econômicas.

Seja enfrentando altas taxas de financiamento habitacional ou respondendo às oscilações no cenário global, o mercado imobiliário brasileiro demonstrou uma capacidade única de se ajustar e inovar. 

Dessa forma, transformou todos esses potenciais desafios em oportunidades.

Isso sugere uma estabilidade que consegue ir muito além das flutuações temporárias, fornecendo uma base sólida para as projeções futuras, incluindo o ano de 2024.

Além disso, os indicadores de resiliência também apontam para a capacidade do setor em inovar.

Afinal, a busca contínua por oportunidades, principalmente em áreas de alta demanda, sugere que o mercado imobiliário está posicionado para explorar e capitalizar as mudanças no comportamento do consumidor e nas tendências de investimento.

Publicidade

Mercado Imobiliário 2024: perspectivas para o futuro

Portanto, considerando todos os indicadores de resiliência, podemos dizer que o setor imobiliário brasileiro superou desafios e aponta para um futuro promissor.

À medida que o mercado imobiliário brasileiro se prepara para 2024, esses indicadores servem como garantias sólidas de que, independentemente das incertezas, a resiliência do setor continuará sendo um pilar fundamental para o crescimento e para a estabilidade no cenário imobiliário do Brasil.

Como você pretende aproveitar esse cenário do mercado imobiliário brasileiro agora em 2024?

Compartilhe esse conteúdo com quem também está pensando em investir em imóveis esse ano que vai gostar de conhecer as novidades.

Leia também