Tabela Price e SAC: principais diferenças entre cada uma

Publicidade



Se você está planejando fazer um financiamento imobiliário, é essencial que você entenda o que é a Tabela Price e SAC.


Publicidade


É normal encontrarmos pessoas que, mesmo que estejam indo atrás do sonho de ter uma casa própria, não saibam como escolher o melhor sistema de amortização para elas.

Isso pode fazer com que essas pessoas acabem adiando esse sonho, fazendo com que ele mais pareça uma conquista impossível.

Levando isso em consideração, elaboramos esse artigo com um conteúdo super explicativo, para que você entenda, o que é Tabela Price e o que é Tabela SAC.

Além disso, você também poderá conferir quais são as principais diferenças entre esses dois sistemas de amortização, as principais características que eles apresentam, além de algumas vantagens e desvantagens por trás deles.


Publicidade




Acompanhe até o final, para decidir qual é o melhor modelo de amortização e, finalmente, dar continuidade no seu sonho, sem ter dores de cabeça.

O que é Tabela SAC

A Tabela SAC, também conhecida como Sistema de Amortização Constante, representa um modelo de pagamento do valor financiado, que ocorre de forma constante.

Entretanto, nesse modelo de pagamento, as parcelas serão compostas pelos juros que foram acordados no ato da aprovação do financiamento imobiliário.

Dessa forma, a Tabela SAC acontece de forma diferente da Tabela Price, pois não prioriza o pagamento dos juros para puxar a amortização das prestações depois.

Na Tabela SAC, cada parcela apresentará uma tarifa de juros, cujo cálculo sempre levará em consideração o valor que está pendente.

Desse modo, quando uma parcela é paga, o montante estará menor do que estava no mês passado. Assim, o cálculo dos juros será conforme esse valor novo. Esse modelo seguirá até o final do financiamento imobiliário.

Em certo ponto, o modelo de pagamento da Tabela SAC pode ser bem interessante. Pois ela pode significar que as parcelas irão diminuir com o passar do tempo, já que o cálculo dos juros é feito em cima do valor a ser pago.

Mas existe outro ponto que pode não ser tão interessante assim. Esse ponto é que, por trás da Tabela SAC, existe uma imprevisibilidade bem grande, além de existir uma probabilidade de mudança de juros.

Isso pode acabar atrapalhando todo o seu planejamento, após escolher seguir esse modelo de amortização.

O que é Tabela Price

Diferente da Tabela SAC, a principal característica por trás da Tabela Price é a previsibilidade do valor das prestações que você pagará ao longo do financiamento.

Isso acontece pois, dentro desse modelo de pagamento, todas as parcelas apresentarão o mesmo valor.

Dessa forma, desde a primeira parcela até a última, você pagará o mesmo valor. Podendo, assim, se organizar melhor, e planejar o valor certo para poder pagar as parcelas todo mês, sem imprevistos.

A Tabela Price apresenta essa característica, pois dentro desse modelo de financiamento, o cálculo dos juros é feito com base no valor total que está sendo financiado. Mas é um modelo organizado de forma diferente da Tabela SAC.

Na Tabela Price, a prioridade das primeiras parcelas é o pagamento dos juros do financiamento imobiliário. E as parcelas seguintes referentes a amortização da dívida, são as que darão fim ao financiamento.

Qual a diferença entre a Tabela SAC e a Tabela Price

Podemos dizer que a maior diferença entre a Tabela SAC e a Tabela Price, é em relação a forma de amortização específica que elas oferecem para os clientes.

A Tabela Price mantém sempre a previsibilidade e a estabilidade das parcelas. Contudo, a Tabela SAC é mais dinâmica, e varia de acordo com saldo devedor em cada mês.

Além disso, existem algumas características específicas de cada tabela que devemos considerar. Enquanto na Tabela Price a primeira parcela é a mais barata, na Tabela SAC, a primeira prestação é a mais cara.

Mas, quando chega no final do financiamento, a última parcela da Tabela Price permanece igual a primeira, e a última parcela da Tabela SAC é mais barata do que a primeira.

Quando comparamos com outros sistemas de amortização, o saldo devedor da Tabela Price pode reduzir de forma mais lenta. Já na Tabela SAC, esse saldo devedor tem a tendência de diminuir de forma mais rápida.

E para finalizar, outra diferença é que no final do financiamento imobiliário, o montante de juros é maior pela Tabela Price.

Já pela Tabela SAC, esse montante de juros será menor quando chegar o fim do financiamento imobiliário.

Qual vale mais a pena na hora de financiar um imóvel?

É importante ressaltar que a sua escolha de amortização para o financiamento imobiliário, dependerá de vários fatores.

Primeiramente, você deve levar em consideração qual modelo se encaixa melhor no seu perfil de consumidor.

Se você não tem disponibilidade para arcar com parcelas maiores mensalmente, a Tabela Price pode ser sua melhor opção. Pois pela Tabela SAC, o valor das parcelas costuma ser maior.

Entretanto, se você apresenta um montante mais elevado, que seja suficiente para arcar com as prestações mais altas no início do seu financiamento imobiliário, e se você tem como foco pagar menores juros, sem dúvida a Tabela SAC é a melhor opção.

Pois, pela Tabela SAC, os juros serão calculados mês a mês, tendo como base o saldo devedor.

Mas a melhor forma que existe para você encontrar o modelo de amortização que se encaixa no seu perfil e nas suas necessidades, é fazendo uma simulação de financiamento imobiliário.

Dessa forma, você pode ver com mais clareza se é a Tabela Price ou a Tabela SAC que se encaixa de forma adequada ao seu perfil. Assim, você poderá escolher a melhor opção no momento de financiar um imóvel, sem que ocorram possíveis imprevistos depois.

Cartão de Crédito Gratuito e Ilimitado
Cartão de Crédito Gratuito e Ilimitado

Abra agora sua conta digital com cartão grátis .

SOLICITAR CARTÃO AGORA