4 Investimentos em renda fixa para investir com segurança

Publicidade

Quer saber mais sobre renda fixa e em que modalidade colocar seu dinheiro? A seguir vamos falar sobre os 4 tipos mais comuns de renda fixa: CDB, LCI, LCA e Tesouro Direto.

Publicidade

O que é CDB na renda fixa?

Primeiramente, o CDB significa Certificado de Depósito Bancário, ou seja, é uma maneira dos bancos captarem dinheiro e financiarem suas atividades.

Publicidade

Assim, é como se fosse um empréstimo que você dá para o banco por uma taxa de juros, afinal o CDB é um título de crédito.

No caso do CDB, você pode optar por 3 tipos de rentabilidade: pré-fixado, pós-fixado e misto, o que acaba abrindo um leque de opções para seus ativos.

Ainda é possível optar por um CDB de liquidez diária, caso possua uma emergência e necessite do dinheiro com rapidez.

Também é importante frisar uma desvantagem do CDB: ao final do prazo estipulado, o seu dinheiro sofre um desconto do imposto de renda, que acaba diminuindo o rendimento esperado.

Dessa maneira, fique atento na hora de investir para colocar na ponta do lápis o valor final já retirando o imposto de renda.

Além disso, o CDB tem uma proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Então, se você investir até R$250 mil em títulos de CDB em uma instituição (banco ou corretora afiliados ao FGC) você tem uma garantia que se essa última quebrar, seu dinheiro será devolvido. Porém, esse valor vale por um CPF ou CNPJ.

Por exemplo, se quiser investir R$1 milhão em CDB, para ter essa proteção, você teria que dividir esse dinheiro em 4 instituições diferentes.

Desse modo, fica dentro do limite que o FGC cobre e você fica resguardado caso algum imprevisto com esses bancos e corretoras aconteça.

O que é LCI na renda fixa?

Primeiramente, LCI significa Letras de Crédito Imobiliário, ou seja, é uma maneira das instituições financeiras subsidiarem o setor imobiliário.

Isto é, você investe seu dinheiro no banco, e este fará empréstimos e financiamentos para o setor imobiliário, e te retorna seu investimento com juros depois de um prazo combinado.

Assim como o CDB, o LCI possui as opções de rentabilidade pré e pós-fixadas. Em adição, não sofre desconto do imposto de renda, que é uma grande vantagem.

Ainda mais, o LCI é também garantido pelo FGC, com as mesmas regras do CDB, trazendo assim maior tranquilidade para o investidor.

Além disso, são investimentos de longo prazo, mínimo 1 ano para receber o retorno do seu ativo, sem liquidez diária.

Portanto, não é a melhor opção para quem precisa do dinheiro em um curto espaço de tempo.

Em suma, se você investidor possuir um tempo grande para deixar seu dinheiro render sem retirar da instituição, o LCI é uma boa opção, pois a taxa de retorno tende a ser maior quanto maior o prazo determinado.

O que é LCA?

Para começar, LCA significa Letras de Crédito do Agronegócio, ou seja, é um modo das instituições financeiras subsidiarem o setor agropecuário.

Isto é, funciona de maneira similar ao LCI, a diferença é que um é para o setor imobiliário e outro para o agropecuário.

Consequentemente, todos os benefícios e desvantagens do LCI e LCA são iguais.

O que é Tesouro Direto na renda fixa?

Por fim, o último tipo de investimento em renda fixa que vamos falar é o Tesouro Direto. Nesse caso, é um empréstimo que o investidor faz para o governo federal em troca de juros num prazo previamente determinado.

Assim, uma vantagem aqui é que com menos de R$100,00 você já consegue investir, ao contrário de LCI e LCA que possuem um valor mínimo de investimento mais elevado, como R$1.000,00 por exemplo.

Outra vantagem é que como está relacionado diretamente com o governo federal, o risco da operação é mais baixo, já que é mais fácil uma corretora ou banco quebrar do que o governo do país.

Em contrapartida, o Tesouro Direto também sofre um desconto do imposto de renda, da mesma maneira que o CDB.

Além disso, o Tesouro Direto pode ser investimento de curto prazo, com o Tesouro Selic (liquidez diária), ou longo prazo, com as opções de pré e pós-fixado.

Logo, você investidor precisa entender seu objetivo com o investimento, se precisará do dinheiro no curto prazo ou tem a possibilidade de deixar investido um tempo maior, que tende a ter uma maior taxa de retorno.

Em suma, analise todas as opções de investimentos listadas acima e observe as taxas de juros que o mercado oferece, depois disso faça sua escolha e invista de modo inteligente.

Quer Entender um pouco mais sobre os investimentos em renda variável?

Leia também