O que preciso saber sobre Renda Variável para investir?

Publicidade

Ações, opções e fundos de investimentos são alguns exemplos de investimentos em renda variável. Mas, o que os define nessa categoria?

Publicidade

O que são investimentos em renda variável?

Primeiramente, quando falamos de investimentos em renda variável, o próprio nome já diz: variável.

Assim, não é claro qual será seu ganho com esse investimento, é mais imprevisível, possui um risco maior, mas também pode proporcionar um ganho maior que a renda fixa.

Publicidade

No caso dos investimentos em renda fixa você investidor já possui uma previsão de quanto irá receber com o valor que aplicar, já estão definidos o prazo e a taxa de retorno.

Desse modo, o controle da aplicação é maior, já que se tem informações bem definidas, também o risco é mais baixo.

Exemplos de investimentos em renda variável

Sem dúvida, o investimento em renda variável mais conhecido é a ação. Funciona assim: uma empresa abre seu capital para o mercado, normalmente para atrair mais investidores e aumentar o capital arrecadado, e nesse momento nascem as ações da empresa.

Publicidade

Isto é, a empresa se divide em partes e o público, qualquer pessoa, pode adquirir uma parcela.

Mas qual a vantagem de adquirir essa pequena fatia? Bom, quando a empresa cresce, faz fusões com outras empresas ou lança novos produtos, a empresa se valoriza e, consequentemente, o valor da ação aumenta.

Por exemplo, você comprou 3 ações da companhia aérea Azul no preço de R$15,00 no dia 10 de fevereiro na bolsa de valores. Após 2 meses, a Azul cresceu e valorizou seu preço do mercado, então suas ações passaram a valer R$20,00.

Desse modo, para cada ação que você comprou em fevereiro, 2 meses depois tiveram uma valorização de R$5,00 por ação.

Por fim, caso você decidisse vender essas ações nesse momento, teria um lucro de R$15,00 (R$60,00(preço de venda) – R$45,00(preço de compra)).

Tendo como base esse exemplo acima, é possível perceber que o investidor precisa estudar o mercado para avaliar e tentar prever quais empresas estão em ascensão e quais estão perdendo espaço no mercado.

Dessa maneira, a pessoa escolhe uma empresa e compra a quantidade de ações que quiser no preço de compra do momento. Depois, vende quando achar que é o momento certo.

Portanto, essa avaliação de mercado é muito importante e válida para os outros tipos de investimentos da renda variável como: commodities, opções, fundos de investimento e outros.

Operação dos investimentos em renda variável

Para investir em renda variável é necessário abrir uma conta em uma corretora, depois você escolhe em quais ativos vai investir e, então administre-os de acordo com sua disponibilidade e estratégia.

Publicidade

Por exemplo, alguns investidores seguem a ideia de day trade, ou seja, operações de compra e venda diárias, obtendo retornos por dia.

Já outros adotam a estratégia de médio para longo prazo, comprando hoje e vendendo meses depois.

Ademais, toda essa movimentação é feita de modo online e pelo próprio investidor, tornando o processo mais fácil e rápido.

Conclusão

Em suma, para investir e ter bons resultados, seja na renda fixa ou variável, é necessário conhecer o seu perfil de investidor.

Logo, conseguirá entender melhor se você aceita mais ou menos risco em suas operações, o que faz toda diferença na hora de escolher qual investimento vai ser adequado para você.

Uma vez definido seu perfil, não se esqueça que é interessante diversificar sua carteira, ter uma variedade de tipos de investimentos. Assim, você se resguarda caso algum deles se desvalorize.

Leia também