Cartão de crédito PicPay vale a pena?

Publicidade

Cartão de crédito PicPay Card, oferece controle pelo aplicativo, carteira digital, é isento de anuidades ou taxas, e ainda, é excelente em cashback!

Publicidade

Atualmente, as carteiras digitais ganham cada vez mais força no mercado. Consequentemente, os clientes buscam soluções mais práticas para utilizar os recursos virtuais.

Publicidade

Nesse artigo, abordaremos o cartão de crédito PicPay, e se vale a pena ter um. Confira a seguir.

O que é PicPay?

Em resumo, o PicPay é uma carteira digital. Assim, ela surgiu como resposta a diversos avanços tecnológicos associados às necessidades do mundo financeiro.

Pode ser utilizado em dispositivos móveis Android e IOS, onde uma pessoa deposita seu dinheiro e realiza operações através do aplicativo. Por exemplo, transferência ou pagamento de boleto.

Além de realizar operações de pagamento, também é possível receber pagamentos pelo app, através de boletos, transferências, TED, DOC e Pix.

O aplicativo também oferece um cartão de crédito próprio que é aceito em diversos estabelecimentos do país. Com ele, é permitido realizar diversos pagamentos.

Como funciona o cartão de crédito PicPay? 

O cartão de crédito PicPay, também chamado de Picpay Card, possui bandeira Mastercard, e é um cartão de certo modo bem similar aos cartões de grandes bancos digitais.

Contudo, não possui cobrança de anuidade e tem uma série de benefícios disponibilizados aos usuários.

Com o cartão de crédito Picpay, o usuário realiza pagamentos via QR Code, seja em estabelecimentos físicos ou online que aceitam o meio de pagamento.

Além disso, também pode utilizá-lo nas maquininhas da Cielo, por meio de contactless, ou seja, por aproximação.

A grande diferença entre o cartão de crédito PicPay e cartões ofertados por bancos digitais, por exemplo, Nubank e Neon, é que ele não está associado a nenhuma conta digital.

Publicidade

Por isso, não é possível fazer transferências para contas de bancos com o PicPay Card.

Cartão  PicPay débito

O PicPay Card oferece, além da versão de crédito, uma versão de débito. Por isso, é muito importante saber como o PicPay Card funciona no débito.

A função débito no cartão PicPay é automática. Em resumo, isso significa que basta ativar o PicPay Card que a função passa a funcionar, e não há custos adicionais. Para realizar saques com o cartão de débito, é necessário ir até um Banco24Horas.

Além disso, vale destacar que o primeiro saque do mês é gratuito e os demais têm a taxa de R$ 6,90 cada.

Cartão PicPay crédito

O cartão de crédito PicPay não possui cobranças de anuidade e oferece 5% de cashback em compras.

Então, isso significa que comprando R$ 1.500,00, o usuário recebe de volta 5% em sua carteira. Nesse caso, o valor é R$ 75,00. Segundo analistas do mercado financeiro, esse benefício contribuiu muito para a popularidade do cartão.

Ainda é possível realizar saques com o cartão de crédito PicPay. Assim, os saques nacionais possuem taxa de R$ 9,90 + IOF. Já os saques nacionais com atraso de fatura, no rotativo ou posterior, tem taxa de R$ 16,90 + IOF. Por fim, os saques internacionais possuem taxa de R$ 20,00 + IOF.

PicPay card vale a pena?

Com a quantidade de serviços ofertados pela plataforma, o que muitas pessoas buscam saber é se o PicPay Card vale a pena.

De forma geral, o cartão atende a demanda do consumidor que está em busca de um cartão prático, sem muitas burocracias e com as funções básicas.

A facilidade para administrar o cartão também é um fator muito positivo para a plataforma, visto que os serviços ficam integrados e o cliente pode visualizar facilmente seu limite de crédito e saldo em carteira.

Contudo, avalie o custo-benefício do PicPay Card, pois, suas funcionalidades podem ser ótimas em alguns casos, mas para algumas pessoas o limite de crédito pode não ser suficiente.

De forma geral, o cartão PicPay vale a pena nas funcionalidades citadas. Para quem busca um cartão com essas características é uma ótima opção.

Quer saber mais sobre os benefícios do PicPay card, e como solicitar o seu cartão? Confira aqui!

Leia também