Financiamento Santander, saiba como funciona

Publicidade

Financiamento Santander, confira todos os detalhes que preparamos para você. Assim, poderá decidir se vale mesmo a pena ou não. Continue com a gente!

Publicidade

É muito comum não termos o valor total em dinheiro para comprarmos bens de alto valor, como imóveis, veículos ou até mesmo para abrir uma empresa, por exemplo.

Publicidade

Por isso, para ajudar as pessoas a resolverem essa questão, foi criado o empréstimo financeiro conhecido como financiamento.

É claro que a melhor maneira, e mais barata seria comprar esses bens de alto valor à vista, em dinheiro. Aliás, se você tem o dinheiro, é muito mais fácil para negociar preços melhores e evitar pagar juros.

Porém, sabemos que o percentual de pessoas que podem economizar toda essa quantia, ou mesmo que já conte com esse dinheiro guardado, é muito baixa.

Por isso, se esse é o seu caso, muito provavelmente, você buscará por um financiamento que possa te ajudar a realizar seu sonho!

Enfim, são muitas as alternativas de financiamento disponíveis hoje. E um dos mais comuns é o Financiamento Santander. Por isso, trouxemos neste artigo, todas as informações sobre esse financiamento, e suas condições. Confira!

Publicidade

Financiamento Santander – como funciona?

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que, no Santander, os empréstimos e financiamentos estão agrupados em linhas diferentes, que levam em conta as necessidades de cada cliente.

Ou seja, você pode encontrar créditos, financiamentos, consórcios, soluções de investimentos e diversos outros produtos financeiros.

Em se tratando de linhas de empréstimos para pessoas físicas, a variedade é gigante, indo desde o segmento de crédito pessoal, crédito consignado, consórcios, financiamentos e muitos outros. Desse modo, você pode conseguir empréstimos de R$200,00 a R$2 milhões.

No caso de pessoas jurídicas, existem empréstimos para financiar a aquisição de ferramentas e de máquinas, capital de giro, crédito fiança e muitos outros.

Portanto, resumidamente, confira abaixo quais são as linhas de financiamento Santander disponíveis hoje:

  • Para você: Créditos Pessoais, Consignados, CDC e Antecipações
  • Para comprar sua casa: Crédito Imobiliário e Consórcio de imóveis
  • Comprar seu veículo ou máquina: financiamentos e consórcios para aquisição de bens;
  • Para negociar uma dívida
  • Para empreendedores: Microcrédito, linha de crédito pensada para você investir no seu negócio

Passo a passo de como solicitar o Financiamento Santander

O Santander oferece alternativas de financiamento para correntistas, e também algumas opções para quem não é correntista. No geral, o processo é bem simples e fácil. Segue os seguintes passos:

  1. Solicitação: apresentar a documentação de identidade, comprovante de renda e de residência;
  2. Avaliação de perfil para analisar a capacidade de pagamento, e se cumpre com os requisitos ou não;
  3. Assinatura do contrato que define todas as condições do crédito;
  4. Liberação do dinheiro.

No caso dos financiamentos para imóveis e veículos, tudo pode ser feito de forma 100% digital, agilizando ainda mais o processo. Além disso, evita todo o desconforto de ter que se locomover até o banco várias vezes.

Desse modo, a simulação e a aprovação do crédito podem acontecer, inclusive, na hora! Basta fazer o requerimento, fazer upload dos documentos e acompanhar todo o processo online. Para isso, você pode baixar o aplicativo Santander ou acessar o site do banco.

Publicidade

Mas é claro que quem se sente mais confortável se dirigindo até uma agência Santander, pode realizar o procedimento por lá também. Afinal, muitas vezes restam dúvidas sobre o contrato ou você pode querer tentar negociar um acordo melhor.

Quem pode solicitar?

Tantos profissionais assalariados, pessoas jurídicas, como profissionais liberais e autônomos podem solicitar o financiamento.

Para os profissionais assalariados, e os autônomos correntistas do Santander, existem alguns requisitos básicos que você poderá ver abaixo. Aos demais, tudo dependerá da negociação direta com o banco.

Profissional assalariado

  1. Prestações no débito automático;
  2. Recebimento do salário numa conta do Santander;
  3. Deverá manter, no mínimo, R$ 1.000 de saldo mensal na poupança do Santander;
  4. Utilizar qualquer outro serviço do Santander (como seguro de vida, cartão de crédito, seguro de acidentes pessoais ou seguro residencial).

Profissional liberal ou autônomo

  1. É necessário ser o titular de cartão de crédito do banco, e efetuar, pelo menos, uma nova compra todo mês;
  2. Prestações no débito automático;
  3. Deverá manter, no mínimo, R$ 1.000 de saldo mensal na poupança do Santander;
  4. Utilizar qualquer outro serviço do Santander (como seguro de vida, cartão de crédito, seguro de acidentes pessoais ou seguro residencial).

Quais são as taxas?

A taxa de juros nos empréstimos e financiamentos, corresponde ao valor que o banco cobra por não poder usar o valor que emprestou. No cálculo, são levados em conta os riscos de operação.

Enfim, veja algumas das principais taxas cobradas pelo Santander:

  • Consignado Privado: taxa de 2,30% ao mês
  • Financiamento Imobiliário para Pessoa Física: 6,99% ao ano;
  • Crédito Pessoal: taxa de 4,37% ao mês
  • Financiamento de veículos usados: 16,69% ao ano

Financiamento Santander vale à pena?

Um dos principais pontos que você deve analisar quando estiver procurando por um financiamento é a segurança. Nesse quesito, o Santander está entre os maiores bancos do Brasil.

Publicidade

Além disso, também é uma subsidiária de um dos bancos europeus mais importantes do mundo. Portanto, quando o assunto é segurança, o financiamento pelo Santander é muito seguro e muito recomendado. 

Ademais, a carteira de produtos financeiros e de soluções financeiras que o banco oferece é muito ampla, e acomoda tanto pessoas físicas como jurídicas, independente do porte.

Essa questão pode ser fundamental para que você encontre o tipo de financiamento correto para você!

No entanto, apesar da notoriedade do banco, e da diversidade de recursos que ele oferece, se o empréstimo é ou não bom dependerá de cada pessoa.

Por isso, o que se recomenda é que você faça uma simulação tanto no Santander, como em outros bancos e credores. Dessa forma, você conseguirá comparar e escolher qual financiamento oferece os melhores benefícios para o seu caso em específico.

Gostou do artigo? Aqui no blog Genyotech você encontra muitos outros artigos relacionados a financiamentos. Confira!

 

Leia também