Vale a pena investir em Startups? Confira aqui

Publicidade

Vale a pena investir em startups? Se essa é a sua dúvida, então, confira tudo a respeito desse assunto!

Publicidade

Muitos investidores estão em busca de boas opções para investir o dinheiro quem têm disponível. Por isso, quem pretende investir deve estar atento aos diferentes níveis de riscos de cada produto financeiro, e também em sua rentabilidade.

Publicidade

O ideal é ter uma carteira de investimentos diversificada, com investimentos ativos, que ofereçam diferentes retornos e sobre os quais incidam diferentes riscos.

Considerando a centralidade da tecnologia nos dias atuais, é importante que os investidores estejam atento aos avanços tecnológicos e à inovação, para tomar as melhores decisões de investimentos.

As Startups, por exemplo, são jovens empresas que propõem modelos de negócios escaláveis e repetíveis.

Esse modelo de negócios tem sido cada vez mais uma realidade, despertando a curiosidade de investidores. Por isso, surge a questão: vale a pena investir em Startups?

Publicidade

A seguir, apresentamos alguns motivos para investir em Startups, assim como dicas sobre como realizar investimento nessas empresas.   

Por que devo investir em Startups?

O fato de Startups serem empresas jovens, que ainda estão iniciando, faz delas um investimento que oferece mais riscos, mas que também pode gerar um retorno alto.

O risco de investir nesse tipo de empresa, é que elas podem não dar certo. Por isso, é um investimento bem incerto.

Contudo, para o longo prazo, o investimento em Startups pode ser muito interessante. Afinal, esse tipo de empresa costuma ter bons resultados em situações de crise.

Além disso, Startups oferecem ideais inovadores, são geradoras de empregos e buscam inovações tecnológicas. Por isso, o investidor tem muito a ganhar.

Dentre os principais motivos para o investimento em Startups, podemos considerar:

Possibilidade de fazer o contato diretamente com os empreendedores

Quando o investidor decide por incluir uma Startup em sua carteira, terá como benefício o fato de se aproximar mais dos empreendedores que comandam essas empresas.

Pois, mesmo que a Startup tenha muito potencial para crescer, ela ainda é uma empresa enxuta, o que possibilita estreitar relações entre investidores e empreendedores.

O que possibilita o melhor resultado do investimento é o fato de que Startups são empresas que contam com poucos funcionários. Geralmente, não são mais do que 15 pessoas.

Dessa forma, os investidores terão mais possibilidades de estar em contato com quem está em posições de comando na empresa, como os diretores e outros gestores.

Retorno financeiro

O fato de Startups serem empresas inovadoras, faz com que investir nelas, possibilite que o investidor esteja engajado, com um modelo de negócio que tem grandes condições de promover mudanças transformadoras, capazes de impactar o sistema mundo de várias maneiras.

Por isso, a rentabilidade de investimentos em Startups, costuma ser acima dos retornos de outros investimentos.

Isso é possível pois é um investimento de alto risco, e que tem muitas chances de escalabilidade.

Além disso, arriscar mais em um investimento como este, pode trazer um lucro maior como recompensa para o investidor de perfil arrojado.

Integrar empresas que serão sucesso

Fazer parte de empresas que alcançam o sucesso é positivo para todas as pessoas, sejam elas colaboradoras, gestoras de uma empresa, ou investidoras.

Apesar dos riscos do investimento, são grandes as possibilidades de a empresa estourar no mercado, e se tornar uma grande referência para o seu ramo de atuação, oferecendo um retorno incrível para quem acreditou nela desde o início.

Empresas como as gigantes Amazon e Apple, começaram a partir da ideia de um empreendedor, iniciando suas atividades como empresas muito pequenas, muitas vezes sediadas nas garagens das casas de seus criadores.

Publicidade

Imagine a vantagem de investir desde o começo em uma empresa como Nubank, 99 ou WhatsApp, antes mesmo de elas se tornarem a referência que são!

Por isso, é possível fazer parte de uma empresa de sucesso, apostando nela desde o início de suas atividades.

Contribuir na movimentação da economia local

O papel do investidor no crescimento de Startups é muito importante, pois o dinheiro que ele aplica na empresa serve para contribuir com o crescimento da mesma.

Ao contrário do que ocorre quando se faz investimento em ações, o dinheiro que se investe em Startups, não fica como se estivesse em um fundo, aguardando que ocorram juros, ele será utilizado para o crescimento da empresa.

Com isso, o dinheiro dos investidores será utilizado em diversas ações da empresa, como contratação de pessoal (para gerar novos empregos), terceirização de serviços e aquisição de materiais (o que faz a economia girar).

Portanto, o dinheiro não estará preso, e sim circulando e contribuindo para a movimentação da economia.

Desse modo, além de poder ter ótimos ganhos, o investidor de Startups tem a garantia de estar contribuindo com a economia local, e motivando o crescimento de novos empreendedores.

Publicidade

Possibilidade de internacionalizar a carteira de investimentos

Para quem quer ampliar ainda mais seus contatos, e pensa em internacionalizar sua carteira de investimentos, pode buscar Startups em outros países também.

Afinal de contas, elas estão presentes em todo o globo. Por isso, é possível diversificar a carteira, acessar mercados no exterior e buscar até mesmo investir em países nos quais a moeda tem valor maior que a do Brasil.

Com isso, além de estreitar relações com empreendedores de todo o mundo, é possível obter ganhos em moedas mais valorizadas.

Aprenda a investir em Startups

Mas, como investir em Startups, essas empresas tão inovadoras? Enfim, existem muitas formas de investir em Startups.

A maneira mais comum é ser um investidor com participação mínima nos negócios, o que se chama de investidor anjo.

Como é o tipo mais comum entre os investidores com conhecimento do mercado, esse investimento é chamado de smart-money. Esse investidor é denominado de anjo por ter participação na empresa inclusive na condição de conselheiro.

Também pode se investir em Startups participando das rodadas de investimento. Essa forma é para quem não tem tanto conhecimento no ramo, pois as empresas mostram suas estratégias e projeções financeiras para conseguir investidores.

Outras formas de investimento são: incubadoras, capital semente, aceleradoras, venture building, plataformas de investimento, dentre outras.

Investir em Startups é um bom negócio?

Diante do exposto, é possível notar que vale a pena investir em Startups. Apesar dos riscos, os ganhos podem ser muito acima da média.

Por isso, o investimento em Startups, considerado o ideal para investidores de perfil arrojado, deve compor parte da carteira de investimentos. Afinal de contas, tem grandes chances de trazer lucros no longo prazo. Evidentemente, é um mercado incerto. Contudo, a análise detalhada do contexto pode ajudar a enxergar as empresas que apresentam inovação, e prometem se destacar no mercado em um futuro próximo.

Gostou do artigo? Então, continue com a gente e conheça outros tipos de investimentos.

 

Leia também