Utilizar empréstimo para investimento vale a pena?

Publicidade

Apesar de não ser muito divulgado, utilizar empréstimo para investir já é uma realidade. Confira!

Publicidade

Sem dúvidas, atualmente os brasileiros pesquisam muito mais sobre o mercado financeiro do que antigamente. Isso porque é um mercado vasto e com opções de investimento para perfis variados.

Publicidade

Assim, muitos aspirantes a empreendedores têm a dúvida se pegar empréstimo para investir vale a pena.

Por isso, confira as informações abaixo e descubra mais sobre essa estratégia.

Investimento com dinheiro emprestado pode ser um bom negócio?

Pegar empréstimo para investir pode ser uma boa opção. Vamos explicar agora as razões.

Primeiramente, a ideia central de um empréstimo é conseguir dinheiro em alguma instituição financeira, e, posteriormente, fazer a devolução desse dinheiro acrescido de juros.

Nesse sentido, as pessoas têm dúvidas se tomar empréstimo para investir pode ser vantajoso. Visto que esse é um questionamento comum, devemos citar os juros envolvidos nas operações de empréstimo. Em outras palavras, o CET Custo Efetivo Total.

Em síntese, grandes investidores e especialistas do mundo financeiro possuem uma opinião consensual sobre o assunto: um bom investidor possui uma carteira de investimentos diversificada.

Nesse sentido, partindo do pressuposto que você pretende se tornar um bom investidor, também precisará diversificar sua carteira.

Desse modo, pegar empréstimo para investir é uma boa alternativa para criar uma carteira de investimentos variada.

Ou seja, se você é iniciante, você pode fazer um empréstimo, desde que seja para investir em diversos ativos (renda fixa e variável).

Pegar empréstimo para investir em um único local é extremamente arriscado.

Nesse caso, duas situações podem acontecer:

  • Investir em um ativo de renda fixa, cuja rentabilidade seja muito baixa ou;
  • Investir em um ativo de renda variável e correr o risco de perder todo o investimento e ainda de ficar endividado com o empréstimo.

Assim, o ideal é mesclar investimentos, ou seja, formar uma carteira diversa que permita a você ter maior segurança.

Quais são os melhores investimentos para iniciantes?

Quando alguém quer dar os primeiros passos no mundo dos investimentos, uma dúvida é bastante recorrente. Afinal, investir em quê?

Há investimentos que são considerados mais adequados para investidores iniciantes, porque são mais simples de compreender e oferecem riscos menores.

Assim, é comum que esses principiantes recorram a investimento de renda fixa, haja vista que eles oferecem maior segurança e menor risco.

Entretanto, quando falamos em utilizar o empréstimo para começar a investir, já vimos que é necessário criar uma carteira diversa, englobando renda fixa e variável.

Dessa maneira, a GenyoTech preparou uma lista com os melhores investimentos para iniciantes, separada em dois grandes blocos: rendas fixas e variáveis.

Confira a seguir:

  • Renda fixa
    • Poupança;
    • Títulos Públicos;
    • Certificados de Depósito Bancário (CDB);
    • LCI e LCA;
    • CRI e CRA;
    • Debêntures;
    • Tesouro Direto.
  • Renda variável
    • Ações;
    • Fundos Imobiliários;
    • Mercado de Opções;
    • ETFs – Exchange Traded Funds (Fundos de Índice);
    • Fundos de Investimento;
    • Câmbio;
    • Criptomoedas.

Empréstimo para investimento em renda fixa

Na lista acima, apresentamos investimentos considerados adequados para investidores iniciantes.

Todavia, nem todos eles são recomendados para pessoas que desejam pegar empréstimo para investir.

No caso da poupança, por exemplo, não vale a pena pegar empréstimo para investir nela. Os rendimentos são tão baixos que alguns especialistas nem sequer a consideram um investimento.

Publicidade

Assim, para montar uma carteira de investimentos, pode-se optar por qualquer um dos seguintes ativos a seguir:

  1. CDB com liquidez diária: dê preferência aos rendimentos iguais ou maiores a 100% do CDI. Vale destacar que ao escolher o CDB como opção de investimento estará sujeito ao pagamento do Imposto de Renda.
  2. Tesouro Direto: a longo prazo é uma ótima opção.
  3. LCI e LCA: são títulos em que não há cobrança do Imposto de Renda.
  4. Debêntures: são praticamente um intermediário entre renda fixa e renda variável. Portanto, uma boa opção para diversificar a carteira.

Caso pegue um empréstimo para dedicar parte dele à renda fixa, só terá retorno a médio ou longo prazo.

Empréstimo para investimento em rendas variáveis

Contrariamente aos investimentos de renda fixa, os investimentos de renda variável se caracterizam pela boa rentabilidade. Ou seja, a médio prazo já sentirá os efeitos de seu investimento.

Vamos a eles:

  1. Criptomoedas – desde 2020 esse mercado bate recordes de lucratividade, especialmente com o Bitcoin e o Ether;
  2. Ações;
  3. Fundos de Investimento;
  4. Fundos de Índice;
  5. Mercado de Opções.

Repare que apenas repetimos a lista de investimentos para iniciantes. Dessa forma, você pode montar sua cartela de investimentos como preferir.

O que analisar para tomar a melhor decisão?

  • Custo total – observe se o custo total do empréstimo será compensado posteriormente ao obter os resultados do investimento.
  • Custo Efetivo Total – juros (muito importante que observe a taxa de juros com atenção, para que possa compará-la com o retorno de seus investimentos), IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), tributos, registros, seguros, etc.
  • Rentabilidade e lucratividade dos investimentos – note se os investimentos escolhidos possuem boa rentabilidade.
  • Domínio que possui sobre cada ativo – não adianta escolher um excelente ativo, como as criptomoedas, se não sabe como funciona esse mercado.
  • Riscos oferecidos por cada ativo – a ideia de diversificar é justamente para minimizar os riscos e aumentar as oportunidades de sucesso.

Como fazer um empréstimo em um correspondente bancário digital?

Agora que você conhece a possibilidade de fazer empréstimo para investir, descubra como você pode pegar dinheiro emprestado através de um correspondente bancário.

Geralmente essas empresas oferecem empréstimos que vão de R$300 a R$2.500,00. Após ser autorizado, o dinheiro estará em sua conta em, no máximo, 24 horas.

No site das plataformas, você pode fazer simulações com diversas parcelas e encontrar aquela que melhor se adéqua ao seu bolso.

Depois, basta preencher os dados, escolher a forma de pagamento e pronto. Assinando o contrato, estará com o dinheiro em mãos até o próximo dia útil.

Conclusão

Como vimos, é perfeitamente possível fazer empréstimo para investir. Nesse sentido, o mais importante é se atentar para seu objetivo inicial: criar uma carteira diversificada, com investimentos em renda fixa e renda variável.

Fazer empréstimo para investir é uma estratégia inteligente. Caso siga as estratégias descritas, pode se dar muito bem no mercado.

Dessa forma, você não será refém de um único investimento.

Leia também